Super Alimentos


Alimentos ✅🔝🔝✅
➖➖➖➖➖➖➖➖
👉🏻Spirulina
Esta bactéria é um alimento altamente proteico e fonte de vitaminas do complexo B e minerais como (ferro, zinco e cobre), com poder Antioxidante incrível, ajudando a proteger contra o câncer, doenças cardíacas, envelhecimento precoce e outros danos que os radicais livres podem fazer às células.
👉🏻Cúrcuma
A cúrcuma possui um potencial anti-inflamatório e antioxidante. Algumas pesquisas demonstram benefícios da cúrcuma para a microflora intestinal e como coadjuvante no tratamento da obesidade e diabetes tipo 2.
👉🏻Romã
A lista de benefícios da romã é extensa, mas a gente separa dois dos mais animadores: ajuda na perda peso e na regulação do cortisol, hormônio associado ao estresse. O cortisol promove aumento da ansiedade e alterações na insulina, favorecendo o ganho de peso e acúmulo de gordura na região abdominal. 300ml por dia são suficientes) de chá feito com a casca. Quando o assunto é pele, o destaque é para a função adstringente e antisséptica.
👉🏻Couve
Cálcio, magnésio, vitaminas C e K, todos presentes nas folhas de couve, o superalimento queridinho dos sucos verdes. Favorece o trânsito intestinal e a eliminação de toxinas, além de ser boa para a pele por conter enxofre e a tão importante vitamina C para a formação do colágeno. Porém, é muito importante ressaltar: Quem tem hipotireoidismo deve tomar cuidado com a quantidade do alimento cru, porque ele pode atrapalhar na captação de iodo pela tireoide.
👉🏻Goji berry
Falou em vitamina C, falou em goji berry. Por isso, coloque na conta dessa fruta todos os benefícios antioxidantes e imunológicos da vitamina. Não à toa, o goji, para os íntimos, tem sido queridinho também da indústria cosmética. Ele tem um potencial efeito fotoprotetor contra os danos provocados pelos raios ultravioletas do tipo B. Como alimento, a forma mais comum de encontrá-la é a versão desidratada.
👉🏻Grãos germinados
Grãos integrais, água filtrada e tempo são os três ingredientes necessários para usufruir dos benefícios dos chamados grãos germinados. É um processo em que o grão começa a brotar novamente e vira uma nova planta. Por isso, também é conhecido como alimentação viva. Os benefícios? Mais vitaminas e minerais disponíveis, maior qualidade nutricional. Além disso, a germinação reduz o ácido fítico, uma substância que atrapalha a absorção dos minerais pelo nosso organismo.
👉🏻Pólen
O pólen de abelha, muitas vezes presente no própolis, é uma fonte de energia para ser humano nenhum colocar defeito. Quem sofre com falta de disposição pode encontrar nesse superalimento a força que necessita para o dia a dia e, de quebra, ainda controlar possíveis inchaços e retenções de líquido.
👉🏻Cacau
Superalimento mesmo é o extrato das sementes do cacau. Ele tem efeito no controle da pressão arterial, na melhora do perfil do colesterol e ainda tem ação anti-inflamatória. Mas, o ideal mesmo é consumir a versão menos processada possível. Quem curte um cosmético natureba pode procurar o ingrediente na lista de componentes: além de hidratante, ele ajuda a combater o envelhecimento por causa dos polifenóis que combatem radicais livres.
👉🏻Açaí
Este fruto amazônico é fonte de vitamina E, cálcio, magnésio, potássio e gorduras boas, essenciais para o funcionamento do nosso organismo. Se consumido adequadamente, o açaí é benéfico na redução do tecido adiposo, mas atenção: não pense que aquela tigela da casa de sucos, cheia de xarope, calda ou granola faz bem. Opte pelas versões mais naturais possíveis. Ah, e invista em cosméticos com o fruto, porque ele é um antioxidante potente e a ciência caminha para confirmar ação fotoprotetora.
👉🏻Óleo de coco
De mocinho a vilão, esse óleo já transitou por todos os personagens. Ele é, sim, uma gordura saturada, em que se destacam os ácidos caprílico, cáprico e láurico, que, de certa forma, são benéficos para a saúde. No entanto, é preciso ter acompanhamento médico e nutricional para que o excesso não provoque prejuízos cardiovasculares. Livre mesmo é o uso na pele. Ele é hidratante, antibacteriano, melhora a barreira cutânea e é útil no tratamento da dermatite atópica em crianças. Na pele e no cabelo, então, está liberadíssimo.