Rótulos

image

É Preciso Está Atenta:

Alguns elementos são obrigatórios na rotulagem e se baseiam em ingestão de duas mil calorias por dia.
Quem nunca se embananou para ler um rótulo? São tantos termos incomuns, além das letras invariavelmente miúdas que, muitas vezes, o consumidor termina se cansando e parando no meio da lista de ingredientes. Mas, assim como bula de remédio, é fundamental prestarmos atenção a ele, pois dele depende a bandeira verde para levar o item para casa ou o cartão vermelho para dispensar na própria prateleira.
Fique atento, é nele onde ficam aquelas substâncias às quais pode-se ter alergia ou intolerância, e todos os conservantes Os rótulos devem trazer as seguintes informações: valor energético, calorias, carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio. “Outro dado obrigatório é a lista de ingredientes que compõem aquele alimento. Na descrição, o primeiro que aparece é sempre o que está presente em maior quantidade.
Uma informação nova foi adicionada há pouco tempo aos rótulos do Brasil, e ainda não é obrigatória: o Guidelines Daily Amount. É uma forma mais direta de mostrar ao consumidor algumas informações importantes da tabela nutricional e, assim, auxiliálo a escolher os produtos. Os valores destacados em círculos se referem à porção diária recomendada de consumo ou unidade do alimento. São descritos cinco nutrientes chave: valor energético, açúcares, gorduras totais, gordura saturada e sódio.
Outros Termos
O que é “porção recomendada?” Representa a quantidade média do alimento que deveria ser consumida por adulto sadio em cada refeição dentro de uma dieta de duas mil calorias diárias. O rótulo da embalagem aponta a quantidade de sódio presente no produto ou na porção recomendada.
Contudo, para os ingredientes que serão diluídos com outros, como os caldos em cubo, é preciso considerar a informação nutricional referente à porção do alimento preparado. E as gorduras? Citá-las também é outra obrigatoriedade dos fabricantes e elas são dividi das em totais, saturadas e trans. As gorduras insaturadas podem constar ou não.
Aqui é importante diferenciar. A gordura saturada, em grandes quantidades, é considerada ruim para o nosso organismo, pois contribui para o aumento do colesterol. Da mesma forma a gordura trans, pode elevar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Por outro lado, as insaturadas são conhecidas como gorduras boas, já que ajudam a diminuir o colesterol ruim, o triglicérides e a pressão arterial.
Já a quantidade de calorias é calculada com base em fatores como idade, peso e atividade física praticada, portanto a indicação nos rótulos que consideram uma dieta diária de duas mil calorias é apenas para orientar a ingestão de nutrientes. Quando você lê % VD, entenda como Porcentual de Valor Diário. O termo passa qua se despercebido, mas ele é importante pois representa o quanto aquela porção do alimento contribui para atingir os valores diários de nutrientes que uma pessoa deve consumir para manter uma dieta de 2000 kcal.